sábado, novembro 22, 2008

O pedágio voltou



A praça de pedágio que fica entre Cambará e Andirá voltou a cobrar.

O valor é de R$9,70. Ida e volta não importa o trecho que percorre, a cobrança é feita pela utilização da praça de pedágio, não é pela utilização da rodovia.

O valor é alto, talvez o maior valor de pedágio do mundo. Isso é um orgulho para o Paraná, Estado que era gerenciado por mercenários e debilóides. Não ficam atrás os deputados que apoiaram o ex-governador e muito menos o Tribunal de Contas. Todos omissos. Coniventes.

Principalmente aqueles que implantaram o pedágio, numa exploração clara do povo cordeiro do Paraná.

Não dá para ficar bravo com o pedágio, mas o valor cobrado é altamente prejudicial ao povo do Paraná e a economia do Estado. É o atraso do atraso.

A concessionária é arrogante. Seus administradores arrogantes. Seus assessores arrogantes e perderam uma ação para uma professora sozinha.

Por outro lado a Professora que não recebeu o benefício pedido, por isso resolveu brigar. Se tivesse recebido estaria até hoje o pedágio entre Jacarezinho e Ourinhos. Como não recebeu o benefício virou coisa pessoal, o pedágio não poderia ser implantado naquela localidade dividindo as cidades.

Bem feito pelo enorme buraco deixado nas contas da concessionária, que abusa do contrato firmado com o aval da omissão dos deputados, Ministério Público e população ativa do estado que sabia da licitação para implantar o pedágio.

O povo do Paraná deve esperar o pior. O governo não sabe como fazer, o TCE é ruim demais para proteção da coisa pública, os Deputados são péssimos, não têm a mínima noção do que está acontecendo com nós e a sociedade como um todo é cordeirinha dos pseudos-administradores público.

Temos que esperar nascer alguém para poder virar a mesa.

Nenhum comentário:

Só, com alguém!

E somente quando você sente um mar de emoções dentro de você pode perceber que está sozinho. E continuará, pois o mundo à sua volta não im...