domingo, novembro 09, 2008

Um paraíso errado



Manchete de primeira página da Folha de São Paulo:

Governo gasta mais R$ 6,5 bi com aumentos
Planalto aproveita recordes na arrecadação para dar ao funcionalismo reajustes muito superiores aos da iniciativa privada
Como os desembolsos com salários, aposentadorias e juros são obrigatórios, União deverá cortar investimentos para reequilibrar as contas


O funcionalismo público é o causador da crise gerada pela enorme diferença entre a despesa planejada e a receita arrecadada.
Com essa idéia na cabeça penso em reler o livro “O Paraíso do Vira-Bosta”, de Emil Farhat, Editora T.A. Queiroz, onde cita a situação caótica do Uruguai e a maioria de sua população é composta de funcionários públicos.
Será que o Brasil está se transformando em um país de funcionários públicos? Será que estamos nos tornando uma “potência mundial” em empreguismo e “cabidismo de emprego”?
Em muitas pequenas localidades o maior empregador é o sistema público. Se acabar com as entidades públicas, fecham as cidades. Por isso é preocupante a situação vivida atualmente.
Infelizmente o país é isso: emprega-se mais e mais em detrimento de desenvolvimento humano, científico, social e econômico.
Infelizmente!

Nenhum comentário:

Direito Administrativo Brasileiro - Breves Conceitos

Concessão O termo concessão pode ser tanto um indicador de ato jurídico de natureza contratual, no caso da concessão de uso de b...