domingo, abril 17, 2011

Certeza da minha dúvida

Na realidade nada importava.
Se um dia perdeu tudo, recuperava no outro.
Foi pensando assim que perdeu tudo e não recuperou mais nada.
O tempo passou, a vida foi muito rápida.
Nunca pensou na saudade, na dor.
Nunca pensava, tinha apenas sonhos que nunca chegou a concretizá-los.
Nunca teve dúvidas, chegou a dizer que a vida era somente certezas.
O tempo passou e a vida foi rápida, mais rápida do que ele.
Suas dúvidas tornaram-se dívidas para uma eternidade.
Ninguém, sem o mínimo de dúvida, poderia ter certeza da própria existência.
A crise existencial paira sobre a cabeça de quem tem certeza de tudo.
A existência é uma dúvida enorme.
A vida foi rápida.
Demais.

Nenhum comentário:

Minha sobriedade

Tenho acordado esses dias e me deparado com um velho no espelho. Olho pra ele e penso se tudo que ele passou pela vida valeu a pena. Pergu...